Trump é derrotado em novo debate para revogar Obamacare

Mais uma vez, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi derrotado na tentativa de revogar o Affordable Care Act, popularmente conhecido como Obamacare, que define o sistema de saúde no país.

Na noite dessa segunda-feira (25), a senadora Susan Collins anunciou que iria se opor ao novo projeto apresentado pelos senadores Lindsey Graham e Bill Cassidy, aumentando para três o número de “desertores” republicanos. Antes de Collins, John McCain e Rand Paul haviam anunciado oposição ao projeto “Graham-Cassidy”.

“Esse não é o jeito com que deveríamos abordar um tema tão importante e complexo, que deve ser analisado com cautela e de forma justa para todos os norte-americanos”, disse Collins em nota oficial.

Com isso, os republicanos não tem mais a maioria necessária para aprovar a revogação do Obamacare e para implantar um novo sistema de saúde. No Senado, o partido de Trump tem 52 cadeiras em 100 disponíveis, revela o Terra.

A revogação do projeto de Obama era uma das principais promessas de campanha do candidato Trump. No entanto, as mudanças sofreram derrotas consecutivas no Congresso.

Plano de saúde

Ontem, pouco antes da votação, um novo estudo do próprio Congresso mostrou que cerca de 30 milhões de norte-americanos perderiam as coberturas do sistema de saúde se o novo projeto fosse aprovado.

Entre as principais críticas ao novo sistema, estão a exclusão de novas adesões para pessoas com doenças pré-existentes, como no caso de quem enfrenta o câncer, por exemplo, e reduz drasticamente proteções para as mulheres e pessoas portadoras de deficiências.

Ainda na segunda, antes dos debates no Senado, diversos manifestantes foram retirados à força do local pelos agentes de segurança da Casa.

26/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *