TJD-AL concede liminar, e Murici retorna ao Alagoano 2016

tecnico

O Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL) concedeu na noite desta sexta-feira (22) a liminar que devolve ao Murici a condição de participante do Campeonato Alagoano de 2016. Rogério Melo Teixeira, presidente do tribunal desportivo alagoano, foi quem autorizou a decisão. Segundo ele, o Pleno do TJD-AL irá analisar o caso posteriormente, mesmo com a competição em andamento. Ou seja, o Murici ainda pode ser punido, mas o jogo entre a equipe e o CRB, marcado para às 16h deste domingo, contra o CRB, no Estádio Rei Pelé, vai mesmo ocorrer.

Nesta tarde, a diretoria do Alviverde protocolou, na sede da Federação Alagoana de Futebol (FAF) um mandado de garantia com pedido de liminar solicitando a reintegração da equipe na competição. De acordo com o presidente do clube, Geraldo Amorim, o “Geraldão”, o pedido foi embasado no argumento de que o Murici deu entrada nos registros dos atletas antes do prazo limite imposto pela FAF. Ele alega que a “burocracia” no processo dificultou todo o processo de regularização.

“Nós fizemos nossa parte. Entramos com as papeladas referentes a liberação dos atletas dentro do prazo estipulado e soubemos que a Federação também remeteu tudo à CBF dentro dos prazos. Infelizmente a burocracia do sistema de registro atrapalhou a publicação dos nossos atletas no BID (Boletim Informativo Diário). Esse foi um dos nossos argumentos no pedido protocolado hoje”, explica Geraldão.

Certidões também foram problema

A equipe da Zona da Mata também foi excluída do Alagoano por não ter entregue, segundo a FAF, as certidões negativas exigidas aos clubes pela Confederação Brasileira de Futebol. A informação, porém, foi negada pelo presidente.

“Entregamos sim (as certidões). Parcelamos nossos débitos e fizemos um Termo de Ajuste de Conduta (Tac) com o Ministério Público da cidade prometendo honrar nossos compromissos. Acreditamos que seria um prejuízo muito grande a competição ficarmos de fora”, concluiu.

Mudança na fórmula de disputa

Uma possível exclusão definitiva do Murici mudaria o cronograma de disputa da primeira fase do Campeonato Alagoano. De acordo com o artigo 61 do regulamento, a competição passaria a ser disputada em pontos corridos, onde os seis primeiros avançariam para o Hexagonal.

Após a realização da fase de classificação, o clube que terminar na 9ª posição será o segundo rebaixado à segunda divisão 2017. O Quadrangular da Permanência não será mais disputado no Estadual 2016.
TNH1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *