Projeto Rock in Biu estimula talento musical e artístico de estudantes da rede pública

A Escola Estadual Marcos Antônio foi palco de talentos da juventude do Benedito Bentes na segunda edição do Projeto Rock in Biu, realizado na noite desta segunda-feira (25). O evento, que acontece a cada dois anos, é inspirado no festival Rock in Rio e visa integrar aprendizagem de língua inglesa e exposição de talentos.

“A primeira edição no Rock in Biu ocorreu em 2015 e, na ocasião, tivemos a revelação de muitos talentos na escola”, recorda o professor de Inglês Lucas Henrique Correia, idealizador do projeto.

Ao todo, mais de 400 alunos de 11 turmas participaram do evento. Adenilma Brandão, diretora da Marcos Antônio, conta que os estudantes se empenharam bastante para suas apresentações, ensaiando exaustivamente. “O Rock in Biu também foi uma oportunidade para rever ex-alunos que aproveitaram a ocasião para reprisar as apresentações que fizeram em 2015”, fala.

Uma destas ex-alunas foi Larissa Gabriela da Silva. Hoje, estudante de Educação Física, Larissa concluiu o ensino médio em 2016 e, quando soube da nova edição do projeto, fez questão de retornar à escola. “O Rock in Biu 2015 foi um marco na minha vida”, conta a garota, que canta e toca violão.

Dedicação – Na ocasião, alunos da instituição protagonizaram apresentações que combinavam dança, canto e teatro a partir do repertório musical escolhido para a performance.

Para ilustrar o tema liberdade e igualdade, os alunos do 2º ano A escolheram as canções I will survive, de Gloria Gaynor e Black or White, de Michael Jackson.  A apresentação, bastante aplaudida, teve direito a palco próprio, figurino e efeito de luzes. “Contratamos uma coreógrafa e ensaiamos todos os sábados, por três meses. Estamos muito orgulhosos do nosso resultado”, afirma a estudante Vitória Ribeiro.

Vitória, por sinal, teve toda a sua família prestigiando a apresentação. O pai Edson Ribeiro era um dos mais orgulhosos. “A apresentação foi sensacional, fiquei encantado e muito feliz”, diz o agente de saúde.

Outra “coruja” assumida era Francinete Alves que foi prestigiar a filha Melissa Vitória, também do 2º ano A. “Acompanhei os ensaios da turma e sei como eles se empenharam. Acho o Rock in Biu um projeto excelente. Queria ter tido a oportunidade de participar de algo assim na minha adolescência”, revela.

Ascom – 27/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *