PRF prende suspeitos de assaltar caminhoneiro em Ouro Branco, AL

Motociclista ofereceu ajuda e voltou com três homens para praticar o roubo. Homens foram levados para a delegacia para os devidos procedimentos.

Dois homens foram presos na terça-feira (3) suspeitos de assaltar um caminhoneiro na rodovia BR-423, no município de Ouro Branco, Sertão de Alagoas. Segundo a polícia, foram apreendidos armas, munições, outros veículos roubados e diversos pneus de caminhões na residência de um dos suspeitos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o assalto aconteceu às 5h. O caminhoneiro de 31 anos disse que estava parado no acostamento da rodovia, porque o veículo apresentou problemas mecânicos. Um motociclista ofereceu ajuda ao condutor e, segundo ele, o problema do caminhão era na bateria e ficou de trazer amigos para ajudar no reparo.

Segundo a PRF, minutos depois o motociclista chegou ao local com mais três amigos em um Logan, branco. Os três homens desceram do carro com uma nova bateria e ao verificar que o caminhão voltou a funcionar apontaram armas para o caminhoneiro e anunciaram o assalto.

Como o veículo possuía rastreamento, agentes da PRF encontraram o caminhão abandonado momentos após o assalto. Com o apoio de policiais militares do 7º Batalhão, foi descoberto onde um dos suspeitos morava. Na residência dele os policiais apreenderam três armas, 51 munições de diferentes calibres, três motocicletas adulteradas e com queixa de roubo, 12 pneus de caminhão sem nota fiscal, possivelmente frutos de roubo, segundo a polícia.

Já em Poço das Trincheiras, na BR-316, policiais conseguiram prender o condutor do veículo Logan utilizado no assalto. De acordo com a PRF, o homem de 37 anos recebeu várias mensagens pelo celular dizendo que ele não voltasse para cidade pois o seu amigo havia sido preso.

O terceiro suspeito de participar do assalto não foi localizado pela polícia. Os outros dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Ouro Branco, para os devidos procedimentos.

g1

04/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *