Mederios critica proposta do governo de retirar o serviço social da estrutura do INSS

Em discurso durante a plenária desta quarta-feira, 20, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) criticou algumas medidas que estão sendo adotadas pelo Governo Federal. Dentre elas, a reestruturação que deve ser feita no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), na qual, entre outras mudanças, propõe a exclusão dos assistentes sociais dos quadros do instituto. O parlamentar considerou a medida como um crime contra a classe e a população brasileira.

“O Governo (Federal) está com estudos para modificar a estrutura do INSS, e nessa mudança retira os assistentes sociais da Previdência”, protestou Medeiros, argumentando que os profissionais são essenciais para o serviço da Previdência. “Os benefícios assistenciais que são pagos hoje pelo INSS carecem de uma pré-avaliação por parte do serviço social da instituição. Como se retira de um órgão esses profissionais, se a lei prevê que não se pode conceder um benefício assistencial somente com parecer médico?”, questiona Ronaldo Medeiros. “É mais atitude criminosa do Governo Temer que vem atacando a sociedade em diversos pontos”, completou.

Ascom – 21/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *