Escolas estaduais realizam simulados para avaliação do Prova Brasil

Como forma de se preparar para a Prova Brasil, avaliação de rendimento escolar que subsidia índices e políticas para a educação no Brasil, as escolas públicas do Estado promovem aulões, simulados, oficinas e diversas atividades preparatórias.

Nesta sexta-feira (22) a Escola Estadual Dr. Fernandes Lima, localizada no bairro São Jorge, em Maceió, promoveu seu primeiro simulado preparatório para os estudantes do 9º ano do ensino fundamental.

De acordo com Michelle Lins Teles Monteiro, articuladora de ensino da Fernandes Lima, 117 alunos participaram do exame, que contem cinco questões de Língua Portuguesa e dez de Matemática, todas com base na Prova Brasil.

“Estamos trabalhando com o material que a Seduc [Secretaria de Estado da Educação] nos forneceu, disponibilizado no formato pdf para que nossos estudantes acessem o conteúdo no laboratório de informática da escola. Escolhemos mais questões de Matemática porque os alunos têm mais dificuldades com a disciplina. Posteriormente, um professor vai corrigir as provas e trabalhar os erros e acertos com os estudantes”, conta Michelle Lins.

Preparação

De acordo com a superintendente de sistema da Seduc, Wilany Félix, as escolas das redes municipais e estadual estão mobilizadas para a avaliação desde o início do ano, com o lançamento do Programa Escola 10.

“A Prova Brasil é uma avaliação para diagnosticar a qualidade da educação brasileira. É importante demais a presença de todos os alunos na avaliação. No total, em Alagoas, temos 997 escolas que participarão da prova entre os dias 23 de outubro e 3 de novembro. São mais de 111 mil estudantes, sendo cerca de 36 mil da rede estadual”, enumera Wilany.

A integração do ensino público faz parte do Programa Escola 10, uma iniciativa idealizada pela Seduc que visa a comunicação entre as secretarias municipais de Educação (Semeds) e a pasta estadual da Educação, para melhorar os índices educacionais em Alagoas.

Aprovação

Os estudantes dos 9º anos que participaram do simulado aprovaram a iniciativa e se dizem mais confiantes para a enfrentar o exame nacional. É o caso de Luciano Antônio Belo da Silva.

“Achei a prova muito fácil, pois vimos os assuntos em sala de aula. Acho muito importante o simulado, pois já temos uma noção do que vamos encontrar na Prova Brasil. Acredito que será mais fácil responder as questões”, conta Luciano Silva.

Viviane Santos de Albuquerque corrobora com o colega de classe. “Achei muito boa a iniciativa. Para quem tem um pouco de noção de Português, para interpretar as questões, estava fácil. Os professores explicaram para a gente o que é a prova e o que é o Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]. Acho que os nossos professores nos prepararam muito bem. Me sinto pronta”, afirma.

Próximas ações

Outras escolas também farão aulões, simulados e oficinas preparatórias para a Prova Brasil nos próximos dias. Nesta sexta-feira, a Escola Estadual Cincinato Pinto, no Bom Parto, também realizou atividades, enquanto neste sábado (23) será a vez das escolas estaduais Teotônio Vilela, no Cepa; Manoel de Araujo Dória, no Antares; Tavares Bastos, no Farol; e Theonilo Gama, no Jacintinho. Já no dia 27, simulado e aula especial ocorrem nas escolas estaduais Geraldo Melo, no conjunto Graciliano Ramos, e Mota Trigueiros, no Conjunto Santo Eduardo.

Ascom – 22/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *