Escolas estaduais levam 17 projetos para Feira de Ciência e Tecnologia em Recife

As escolas Ana Lins (São Miguel dos Campos), Nossa Senhora da Conceição (Lagoa da Canoa) e Marcos Antônio (Maceió) representarão a rede estadual alagoana na 13ª edição da Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), uma das mais importantes exposições científicas da região e do país, que acontece de 19 a 23 de setembro, em Recife (PE).

Ao todo, Alagoas leva 28 projetos para o evento, sendo 17 da rede estadual e 11 do Instituto Federal de Alagoas (Ifal). Ao todo foram 187 trabalhos inscritos.

O grupo de 39 alunos e 8 professores partiu do Cepa, nesta segunda-feira (18), rumo à capital pernambucana e viajou com o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Os trabalhos refletem preocupações sociais e ambientais dos estudantes em relação à região onde vivem, como também abordam aspectos históricos e culturais do estado de Alagoas.

Oportunidade – Com nove trabalhos inscritos, a Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição, de Lagoa da Canoa, leva projetos nas áreas de Química, Ciências e História de Alagoas.

“Alguns projetos são inéditos e outros já foram expostos e até premiados em outras feiras, a exemplo da Feceal e da Expoceti, esta última também em Pernambuco. Todos refletem a realidade de nossa região e de nosso Estado e fico muito contente em podermos compartilhar com o restante do país os projetos que desenvolvemos no nosso ensino médio”, frisa a professora Luciana Tener, da Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição.

Já a Escola Estadual Marcos Antônio leva para o evento seis trabalhos, dentre eles, os vencedores da edição 2017 da Feira de Ciências do Estado de Alagoas (Feceal) – o projeto sobre produção de cosméticos cicatrizantes à base de barbatimão – e da edição 2016 da Experiment-AL – pesquisa sobre produção de plástico biodegradável a partir da casca da mandioca.

“Estes projetos têm uma forte preocupação com a sustentabilidade e foram desenvolvidos de forma a refletirem uma demanda de toda a região Nordeste. Ficamos muito felizes de poder apresentá-los em uma feira do porte da Fenecit”, conta a estudante Sinara Ervely, aluna da 2ª série do ensino médio integral.

Alagoanidade

A Escola Estadual Ana Lins vai expor dois projetos, um na área de robótica, sobre o reaproveitamento de água de ar condicionado para irrigação, vencedor da última Mostra de Robótica Estudantil, e outro sobre o estudo de variação linguística e gênero narrativo com base na obra ‘Alexandre e outros heróis’, de Graciliano Ramos.

“Quisemos aproximar o estudo da Língua Portuguesa do cotidiano de nossos alunos e, por meio da obra de Graciliano, abordar costumes nordestinos e evidenciar a nossa alagoanidade. Por sinal, este foi um dos projetos trabalhados na escola em comemoração aos 200 anos de Alagoas”, explica a professora Charline Tenório.

Ascom – 19/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *